LIGEIRA

sábado, 30 outubro, 2010 at 20:13 (Coração vagabundo) (, , )

Ligeira.
Por mais rápido que eu caminhasse
não conseguia alcançá-la

Suas pernas de aço
faziam um pequeno estrondo no chão
e um arrombo na alma
seus cabelos esvoaçavam-se
como se pretendessem fazê-las flutuar

menina das pernas de aço

Como uma criança,
queria correr…
Mas não podia,
sem as pernas tremer –
juntas, até pareciam unidas –

Eu vi seu rosto.
Sim, era linda.
Eu vi um anjo!

Anúncios

Link permanente Deixe um comentário